Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

quinta-feira, maio 24

Schiuu!!

O silêncio. O que é o silêncio? Quando duas vozes se calam e ele domina será sinal de que nada mais há para dizer? Ou pelo menos nada naquele momento? Será o silêncio sinal de falência, de falhanço, de vazio e de nada? Será que o silêncio fala por si mesmo? O silêncio é uma pausa que nos permite fruir das palavras que foram ditas, absorvê-las, integrá-las e pensá-las.

5 Comentários:

Às 11:26 da manhã , Blogger nina disse...

O silêncio (em certas circunstâncias) vale oiro (e até diamantes), não significa vazio, nem tédio, nem sequer que algo vai mal... pode valer por 1000 palavras... uma comunhão e troca de olhares e sabermos que não é necessário dizer nada, mas apenas sentirmos e saborear o que o (sábio) silêncio tem a nos dizer.

 
Às 11:27 da manhã , Blogger nina disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
Às 3:29 da tarde , Blogger nina disse...

Silêncio a dobrar! (sorry Tigre já eliminei o clone :)

 
Às 11:40 da tarde , Blogger Luisa Seabra disse...

Olá Tigrito, voltei à blogosfera.
O silêncio pode ser desconfortante. Mas se encontrarmos alguém com quem gostamos de apreciar o silêncio, é mais que perfeito - mas não é nada fácil... eu pelo menos nunca me senti tão à vontade com ninguém.

 
Às 7:18 da tarde , Blogger Elforadiante disse...

Olá Pedro, já pensaste que é o silêncio que dá sentido à música. O que seria de uma bela sinfonia de Wagner se não tivesse os seus intervalos de silêncios, profundo e moderados...! Sata Tigre de garras afiadas e crava-as na tua ave do Paraíso para a qual vives e escreves.
Um abraço apertado, Tigre!

Elfo

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial