Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

domingo, maio 20

Um ano mais

Passou-se mais um aniversário. Como sempre não disse a ninguém, ou a quase ninguém. De uma forma ou de outra lá fui parabenizado. Pelos que se lembraram e nunca esqueceram, por aqueles que se tornaram especiais nos últimos 365 dias ou por aqueles que resolveram apregoar a data. Não gosto do meu aniversário confesso. Não gosto nem quero ser recordadoapenas pela data em que nasci. Se alguma vez fizer algo digno de nota e de parabéns enquanto aqui estou na Terra, aí sim vou ficar orgulhoso quando de mim se lembrarem. De uma forma ou de outra o sorriso rasga-me a cara sempre que alguém diz: «Parabéns.»

: : : : :

Para assinalar a data os amigos mais próximos, o núcleo duro da faculdade, resolveu pegar em mim, ir-me buscar a casa e levar-me à esplanada da Graça. A noite estava a preceito, como que a pedido, a companhia ideal, e todos os nossos olhos brilhavam com a felicidade que nos invadia. Obrigado a vocês.

6 Comentários:

Às 2:40 da tarde , Blogger anDrEIA disse...

Ohhh... De nada... :) Foi mesmo uma noite a preceito: o sítio e a companhia ideal com aquele brilhozinho dos olhos da felicidade estampada no rosto ;)

 
Às 6:22 da tarde , Blogger Heliocoptero disse...

Cada acto de boa vontade e honrado da tua parte para com os teus amigos é, para eles, algo digno de nota. No mundo deles, tu mereces ser homenageado.

Falo por mim, pelo menos.

 
Às 12:51 da manhã , Blogger emot disse...

Foi uma noite porreira! Abraço

 
Às 1:14 da manhã , Blogger cris disse...

olá pedro,
confesso que também não gosto nada da minha data de aniversário mas tenho de te dar os PArabens claro, nao só pela data, noblesse oblige :P mas por teres amigos que pegam em ti e te arrastam para um dos locais mais apaziguadores da cidade de lisboa, com uma vista que se deixa rechear dos tons avermelhados do sol ao final da tarde...

em mim nunca pegaram e me arrastaram para lá nenhum.. também diga-se de passagem que nao fico lá muito boa companhia nessa data de registo a que se convencionou de nascimento...

e já fizeste algo de notar para te darem os parabens, tocaste o coração dos teus amigos, que se mantêm bem pertinho;)
pensa nisso

beijinho

 
Às 2:46 da tarde , Blogger Deeper disse...

De nada, de nada! Nós já sabemos que somos fantásticos, é verdade! Mas também não te fica nada mal recordar...
Beijinhos

 
Às 7:50 da tarde , Blogger Elforadiante disse...

Então não gostas de festejar o dia do teu nascimento, mas gostas de celebrar o dia do nascimento da Democracia em Portugal? Hummm, estraaaaaaanho!

Sabes que Portugal é o único País do mundo em que todos os dias são dias de festa?
Expiliiico: Segunda-feira, onde feira é igual a festa, terça, quarta, quinta e sexta. Sábado é Sabath (não se faz nada) e Domingo (Dominus Dei) Dia do Sol ou do Senhor Deus, e também não se trabalha que é pecado. Na segunda recomeça a festa, ou os festejos..., sim que a vida não é só trabalhar..., e aqueles dois dias são estafantes.Dois dias em que se não pode festejar..., que seca!
Vivam todos os aniversariantes.
Sabias que havia uma clausula no Sindicato dos Laníficios, aqui da Covilhã, em que o dia do aniversário do trabalhador era um dia santo para ele? Não sabias pois não? Então da próxima vez que fizeres anos, avisa que é para me lembrar dos tempos em que não haviam Contractos Colectivos de Trabalho!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial