Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

segunda-feira, novembro 9

É só Mike Tysons

E não é que na mesma semana me habilitei a duas zaragatas na auto-estrada?

Num dos dias regressava a casa quando uma bala começa a fazer sinais de luzes lá ao fundo. Não podia sair da faixa devido ao traço contínuo mas quando saí fiz-lhes sinal de "calminha". E então cinco marmanjos queriam sair do carro para me bater.

Noutro belo dia um carro resolveu ir a 20 km/hora na faixa da esquerda. Primeiro fui um tempo assim. Nada. Fiz sinais de luzes. Nada. Até que resolvi ultrapassá-lo pela direita. Lá o passei. Veio atrás de mim, fulo, pôs-se à minha frente e parou o carro. E depois queria ajuste de contas à pancada.

Mas está tudo doido? E não quero ser tendencioso mas foram as duas vezes na Margem Sul.

3 Comentários:

Às 9:36 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Rais partam os azeiteiros...perigosos ainda por cima.
Bjs F

 
Às 3:47 da manhã , Blogger RG disse...

O que existe mais nas estradas portuguesas (infelizmente), é essa cambada de rufias e psicopatas que só sabem é destabilizar a vida aos condutores que tentam cuprir com o código da estrada. Deviam ser punidos pelas autoridades.
Abraços.
RG

 
Às 2:09 da tarde , Blogger Inês disse...

Hihihi, não te podes queixar de ter uma vida monótona!

Ines

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial