Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

domingo, novembro 1

Olá como estás?

Perguntam-me todos como estou. Não sei que responder. Sei que ainda estou noutra dimensão.

Por isso, quando me perguntam como estou, apenas sorrio. Ou não respondo e sigo a conversa para outros caminhos.

2 Comentários:

Às 4:07 da manhã , Blogger Orly G. Grajeda disse...

Quando a mim me fazem essa pergunta, lhes contesto: "Com frio, cansada, com sonho, com muitas vontades de trabalhar, com fome, bem feliz, bem estresada. E tu?". A verdade que rompo com sua esquemita cordial robótico... Fizeste a prova de dizer-lhes algo assim? Se chegas a fazer a prova, díme como te foi. Podes?
Que tenhas numa excelente segunda-feira! ^-^

 
Às 1:37 da tarde , Blogger Raquel disse...

Nao te vou perguntar como estas!! Hehe... No outro dia acordei a recordar um sonho de que agora nao me lembro! O que me ficou na mente foi o sentimento profundo de saudade e frustracao, a maior frustracao: ter um bom amigo e nao lhe poder dar a mao, apenas em pensamento e oracao...
Beijocas xxx

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial