Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

terça-feira, novembro 27

Adiça

Na praia secreta há castelos nas falésias. Muralhas ocre de areia dura polvilhada com arbustos verdes ácidos. As areias do castelo da falésia da praia secreta trazem-me à memória aqueles que já cá não estão. Que morreram. Que se modificaram e são outra pessoa. Recorda-me aqueles que cresceram. Lembra-me a criança que eu era e de quem tenho saudades.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial