Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

domingo, setembro 11

Nem grego nem troiano

Sou nem grego nem troiano
nem covarde nem tirano
nem celta nem lusitano
nem português nem hispano
nem mourisco nem romano
nem hebreu nem ariano
nem índio nem africano
nem europeu nem mongol

sou um ser uma vontade
à procura da verdade
da justiça da igualdade
do amor da liberdade
da paz da felicidade
para toda a humanidade
una na diversidade
como a Vida a Terra o Sol

André Moa

1 Comentários:

Às 3:51 da tarde , Blogger Dad disse...

O poeta André Moa, é um grande poeta português, infelizmente desconhecido de muita gente.
Fizeste bem em publicá-lo pois ele merece ser lido.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial