Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

quarta-feira, janeiro 3

Para começar o ano...

Tenho andado a pensar na forma como me relaciono com o Outro e com as opções que se me apresentam todos os dias. Muitas vezes, quando me perguntam ou questionam sobre algo, opto pelo «Sim, pode ser» ou pelo ainda pior «Como achares melhor». Tenho de passar a dizer «Sim, quero» ou «Não, não quero». Evita mal-entendidos, facilita a comunicação e abafa eventuais obstáculos que se resolvam a aparecer pelo caminho.

Se calhar é do início de 2007 mas muitas vezes não percebo porque me chateei com algumas pessoas. Sei apenas que não falamos, que nos cruzamos na rua, pelos sítios de sempre, nos olhamos mas nada dizemos. O motivo da zanga qual foi? Não sei. Estamos magoados um com o outro? Sim, estamos, disso sei que sim. E vale a pena? Não, sem dúvida que não.

Fechei a porta de vidro para não mais lá voltar.

6 Comentários:

Às 5:41 da tarde , Blogger VIAJANTE DO MAR disse...

As zangas e conflitos nunca valem a pena... olhemos para o mundo de uma forma mais fácil e agradável!

Abraço e Feliz 2007!

 
Às 12:11 da manhã , Blogger Dark Moon disse...

Concordo contigo, não e sim, são palavras que fazem parte do vocabulário, então porque não usa
utilizá-las?

Eu sou assim, quando não quero, não gosto não me apetece, e o mesmo ao contário,sou sincera e digo mesmo, que não ou que sim, sou sincera,nunca me dei mal. nunca fui mal interpretada.

E se algum dia for... sei que não me vou sentir mal...sei que fiz o me pareceu correcto: fui sincera!

Que 2007 te traga tudo de bom.

PS: vê lá se fechaste bem a porta...às vezes estão mal fechadas e podem abri-se à uma simpes corrente de ar. E se assim for, deixa-a bem aberta, é porque ainda não chegou a hora de serem fechadas.

Beijos,
Dark Moon

 
Às 9:49 da tarde , Blogger Dad disse...

Boa! É uma boa altura de mudar e começar a ser mais assertivo.

Beijokinhas Pedro!

Boa reflexão!

 
Às 8:20 da tarde , Blogger serEmot disse...

Rapaz anima-te!!! 2007 está aí e é para aproveitar.
Abraço,
JT

 
Às 2:30 da tarde , Anonymous Mário (optimista!) disse...

Se olharmos os outros e os tratarmos como gostariamos de o ser é tão fácil! Tenta ter uma palavra para quem te rodeia e verás. (mesmo que pareça que é "conversa de Chacha") ajuda.

 
Às 7:06 da tarde , Blogger Paula Raposo disse...

Sim. Não. Devem ser usadas. Torna-se elucidativo e óbvio para qualquer um. Boa reflexão, parafraseando a Dad! Beijos.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial