Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

domingo, setembro 3

Sangue

Os meus pés são como duas raízes de árvore, percorridos por veias e artérias transportadoras de seiva.

3 Comentários:

Às 10:52 da tarde , Blogger VEM SONHAR COMIGO disse...

..de seiva... que viaja pelo teu corpo e aloja-se aí num cantinho muito especial,do lado esquerdo do teu peito...concerteza alimentará alguém.

Beijinho Doceando

 
Às 6:00 da tarde , Blogger Inês disse...

que bonito, que imagem tão bonita. gostei da simplicidade.

 
Às 1:44 da tarde , Blogger Joao Moreira dos Santos disse...

Por incrível que pareça, a chave da tua vida reside neles.

Um dia eles perceberão o caminho que têm de trilhar e conduzir-te-ão pela vida, abrindo-te as portas do teu destino.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial