Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

quarta-feira, março 22

Chronos vs Tempus

Existem dois tempos na essência do nosso ser. Um é o tempo físico, o outro o tempo psicológico.

O tempo físico é aquele que é controlado pelos ponteiros do relógio. É contabilizável em segundos, minutos, horas, dias, meses, anos, séculos e milénios. O tempo físico é estanque, começou aqui e acabou ali, sendo igual para ti e para mim, aqui ou na China.

Já o tempo psicológico é multifacetado, mutante, sempre distinto. Uma pessoa com a qual convivemos durante uns minutos pode ser mais marcante e representar muito mais que alguém que conhecemos desde sempre, durante os tais segundos, minutos, dias, meses e anos. A intensidade do tempo psicológico não é mensurável. Um dia de loucura tem mais peso que todo um mês mecânico, um momento de celebração é incomparável perante anos de sombra.

1 Comentários:

Às 1:44 da tarde , Blogger Luisa Seabra disse...

hum...já falámos sobre isto, ehehehehe...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial