Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

quarta-feira, março 8

O Eu de um Homem

«Num certo sentido, o eu de um homem é a soma de tudo aquilo a que se pode chamar seu, o seu corpo e as manifestações dele, os pertences, as roupas, as casas, os filhos, os livros, a reputação, as terras, as emoções, e Timóteo guardava de outra vida apenas a sua representação. Lá no fundo, esconjurara a sociedade quando tivera a percepção do fracasso de uma cultura assente no culto da individualidade, no interesse pequenino elevado à condição de virtude moral no paraíso secular do êxito e da fama. Ao contrário de outras fantasias e ilusões, prosseguira consequente e inabalável nesse desiderato de viver à margem, mau grado as recriminações e ameaças dos irmãos.»

Serviço de Urgência, Justino Perestrelo

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial