Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

segunda-feira, setembro 26

Direitos e Deveres dos cidadãos

«Temos uma cultura muito baseada em direitos e pouco em deveres. Todo o discurso ainda é o do coitadinho, do dêem-me isto, dêem-me aquilo. É preciso dar a ideia às pessoas que elas também têm de fazer pela sua vida», afirmou Maria José Nogueira Pinto, candidata do CDS-PP à Câmara Municipal de Lisboa nas próximas eleições autárquicas, numa acção de campanha.

Independentemente de convicções políticas de esquerda ou de direita, a verdade é Nogueira Pinto disse aquilo que todos pensamos na teoria, embora na prática, quando toca os privilégios individuais de cada umbigo, muitos recuem. É verdade que os cidadãos têm direitos («a paz, o pão, habitação, saúde, educação», já dizia o Sérgio Godinho), mas para o bem de todos temos também todos de contribuir.

2 Comentários:

Às 6:36 da tarde , Blogger Heliocoptero disse...

A isso chama-se meter o dedo na ferida. Faz-me impressão aquelas pessoas que não vão votar porque não lhes apetece ou porque acham que não vai servir de nada, mas que depois se fartam se pedir direitos e regalias de um sistema político no qual se recusaram a participar. Querem direitos sem cumprir deveres de cidadania, sejam eles tão elementares como o votar ou tão essenciais para o funcionamento do Estado como o pagar impostos.

 
Às 9:47 da tarde , Blogger Luz Dourada disse...

Lutámos muito para termos direito a votar! Vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial