Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

segunda-feira, setembro 26

Jornalistas e o Português mal falado

Bastaram apenas cinco minutos de televisão esta noite para comprovar o que todos sabemos: fala-se muito mau Português e os jornalistas televisivos não escapam à infeliz regra.

«Muitos jogadores do Benfica vão estrear-se pela primeira vez em Old Trafford (estádio do Manchester United)» - Paulo Catarro, Telejornal, RTP1. As estreias são as coisas que se fazem pela primeira vez, que é sempre única...

«Carmona Rodrigues, que se tenta libertar-se da caravana do partido que o apoia» - Pedro Coelho, Edição da Noite, SIC - Notícias. Dois pronomes reflexos do mesmo objecto? O Carmona Rodrigues é vaidoso, mas não tanto...

Enfim, este é apenas mais um dos milhares de exemplos que todos nós já ouvimos e lemos. Mas quando terminará este assassinato do idioma? Editores, jornalistas, presidentes e proprietários dos órgãos de comunicação social, andam todos distraídos ou, mais grave ainda, não sabem de facto falar correctamente?

1 Comentários:

Às 6:44 da tarde , Blogger Heliocoptero disse...

Certamente que tal como tu (e eu) há quem se repugne com essas coisas e algumas dessas pessoas escrevem para os canais de televisão e jornais a corrigi-los. Por vezes resulta e até recebem agradecimentos; por vezes não resulta porque quem errou tem pouca estima pela língua (argumento do "tanto faz desde que se perceba"), ou porque simplesmente não aceita críticas dessas.

Como em tudo, há pessoas para tudo. Quem é de bem tem é que fazer o seu papel ;)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial