Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

terça-feira, outubro 12

Porfiando

É desanimador ficar sem emprego só porque sim.

É desencorajador tirarem-nos o trabalho devido ao novo-riquismo dos media, como bem disse alguém.

É entristecedor não encontrar praticamente anúncios de emprego que valham a pena.

É decepcionante não receber respostas a e-mails ou telefonemas, seja de amigos, conhecidos ou quem quer que seja.

É revoltante ver que nunca se está em primeiro lugar, ou em qualquer lugar que seja.

Mas há que porfiar.

Porfiando.

1 Comentários:

Às 7:53 da tarde , Blogger Sofia disse...

Pois é. Mas siga-se caminho, claro! :) **

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial