Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

sexta-feira, maio 7

Mesmo que o Verão seja só na minha cabeça

A lua
Gira, gira,
Ondulante e sensual

O sol
Brilha, brilha, brilha, brilha
Rubro celestial

Os rios
Quando correm
Correm todos
Para o mar

E a chuva quando cai
Rega sempre
Os campos de jah
Jah rastafari

O amor é o único
O amor move montanhas
Pratica o bem
Mesmo a quem te quer mal

Vou abrir as minhas asas
Vou voar, voar, voar
Vou levar a mensagem
De jah rastafari

Se o beija-flor entrar
Pela tua janela
Fui eu que mandei beijar
A flor mais bela

Mercado Negro

1 Comentários:

Às 7:30 da manhã , Anonymous alfacinha disse...

poema alegre

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial