Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

terça-feira, fevereiro 5

Tic-tac avariado

Quando no início do ano me informaram que ia mudar de horário pensei: ok, é uma experiência, algo novo, e rapidamente me vou adaptar e normalizar. Há que ser flexível. Mas não. Passado este período primeiro tenho receio de desaprender a estar com pessoas, a fazer coisas normais a horas normais. E ando cansado, muito cansado. E a música dos Humanos volta a soar lá ao fundo…

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial