Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

sexta-feira, dezembro 31

Cinco meses de leitura

Se alguma coisa boa se pode retirar do desemprego desde Agosto foi a quantidade de livros que pude ler desde então. Aqui fica a lista:

. Morte de um dissidente, o envenenamento de Alexander Litvinenko, de Alex Goldfarb e Marina Litvinenko;
. El secreto egipcio de Napoleón, de Javier Sierra;
. Travessia de Verão, de Truman Capote;
. A festa do Chibo, de Mario Vargas Llosa;
. O cheiro da madeira, de António Galopim de Carvalho;
. A casa da Rússia, de John Le Carré;
. O leopardo, de Tomasi di Lampedusa;
. Enquando Salazar dormia, de Domingos Amaral;
. As cidades invisíveis, de Italo Calvino;
. Gente de terceira classe, de José Rodrigues Miguéis;
. Cartilha do marialva, de José Cardoso Pires;
. Carta para a minha mãe, de Georges Simenon;
. Primeiro as senhoras, de Mário Zambujal;
. o apocalipse dos trabalhadores, de valter hugo mãe;
. a máquina de fazer espanhóis, de valter hugo mãe.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial