Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

domingo, abril 19

Páteos

Parece um cliché de um filme antigo passado em Lisboa mas a verdade é que pelos quintais continua a soar o fado tocado na rádio e as vizinhas a cantar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial