Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

segunda-feira, julho 14

Abre los ojos

A deputada espanhola Rosa Diez lançou uma campanha contra a discirminação que diz serem alvo milhares de cidadãos espanhóis que são excluídos de direitos fundamentais como o acesso ao trabalho e à língua na educação por não saberem catalão, galego ou basco. Lembrei-me logo de algumas aulas na Universidade Pompeu Fabra, em Barcelona, quando pedi aos professores que substituíssem as aulas em catalão pelo castelhano, não só para que eu e os meus colegas de outros países percebessemos, mas também para que os espanhóis de outras regiões do país entendessem. Resposta? «Estamos na Catalunha e aqui fala-se catalão». Aragonés, campeão da Europa, mil vezes abençoado sejas.

1 Comentários:

Às 2:21 da tarde , Blogger Inês disse...

Been there, done that:)

Vamos a Barcelona?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial