Tigre da Tasmânia

«Eu escrevo como se fosse salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida» C. Lispector

quarta-feira, maio 7

Ainda na Páscoa

Passados alguns anos, anos demais, voltei ao sítio onde costumava passar a Páscoa, Figueiró da Granja, algures entre a Guarda e Viseu. As famílias com casa de férias na aldeia visitam-se no fim-de-semana de Páscoa, com muita comida e bebida à mistura, numa festa que dura até altas horas da madrugada. Foi bom voltar aos ovos verdes, batatas albardadas, peixinhos da horta e cabrito, mesmo que tenha sido apenas no dia seguinte.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial